ESPECIAIS

O que é aprendizagem imersiva e porque esse é definitivamente o futuro da escola

Tecnologias de aprendizagem imersiva com complementação de conteúdo, realidade virtual e realidade aumentada estão invadindo as melhores escolas

O que é aprendizagem imersiva e porque esse é definitivamente o futuro da escola

Não é segredo para ninguém que cativar os alunos e mantê-los interessados é de longe um dos maiores desafios da educação moderna. E garantir que os alunos prefiram o professor ao celular durante as aulas é outro desafio talvez ainda maior. Tem muita gente por aí dizendo que o problema é de disciplina e que nossos jovens têm problemas com seguir regras - o que até pode ser verdade, em parte. Mas a escola é atrativa par ao aluno da geração Z?

Aqui no NotaDez fizemos essa pergunta e a solução a que chegamos é que a raiz do problema pode ser a percepção das demandas e expectativas desses estudantes - que muitas vezes são de duas a três gerações à frente de seus professores e de quem decide na escola, e assim como você e seus pais em casa, o conflito de ideias e sonhos é inevitável. Disso concluímos que definitivamente as escolas podem fazer mais para manter esse aluno ativo e interessado na sala de aula - mas algumas coisas precisam mudar.

A primeira é o entendimento de que esse aluno não espera um professor sabichão que transmita a informação de forma automática e vertical: é por isso que ele prefere o YouTuber ao professor - na internet o influenciador é visto como uma fonte de conhecimento horizontal e acessível, um mediador com algum conhecimento a mais, mas sem pretensão de esgotar um assunto e sem a vaidade de estar sempre certo, e tudo em uma linguagem que o aluno entenda.

A segunda é perceber que o mundo de nossos alunos é multimídia e forçá-los a sair dele é uma missão inglória, e pelo que percebemos, desnecessária: a internet, o celular e as mídias digitais são parceiros poderosos para o desenvolvimento de uma formação instigante e completa.

E por último é essencial promover o letramento digital do professor: o maior desafio não é levar a tecnologia para a sala de aula, mas preparar o professor para manipular a ferramentas disponíveis e capitalizar esses recursos em sala de aula para captar a atenção dos alunos e oferecer o conteúdo que realmente interessa.

Mas afinal quais são as tecnologias de aprendizagem imersiva disponíveis hoje?

São muitas, as mais conhecidas e acessíveis são: a Realidade Aumentada, a Realidade Virtual e o Vídeo 360º. Mas incluiríamos aí a multivisão do mesmo conteúdo via EAD, quando o conhecimento aprendido em sala de aula é ampliado com conteúdos em vídeo com linguagem diferente, o que é cientificamente comprovado como catalisador da aprendizagem. E na lista podemos incluir também os FabLabs, espaços onde os alunos podem confeccionar produtos resultantes de conceitos teóricos usando impressoras 3D e impressoras de corte a lase, esses recursos obviamente mais caros e menos acessíveis.

Para nós, aprendizagem imersiva pressupõe a complementação do conhecimento teórico típico de forma a induzir o aluno a produzir questionamentos sobre o conteúdo aprendido, expandido a aprendizagem, fixando o conhecimento e ampliando o interesse no assunto.

Compartilhe:


Entre na conversa:




Assine agora com 10% de desconto e tenha um sistema incrível pra chamar de seu

Contrato transparente sem fidelidade; nossos clientes ficam porque gostam.
É possível cancelar a qualquer momento em um clique.



Contrate Agora